Notícias

26/03/2021

A ressignificação do ensinar e do aprender foi tema do 32º Encontro da Comissão dos Educadores Claretianos do Brasil

Compreender os aspectos da educação diante do “novo normal” imposto pela pandemia da Covid-19 tem sido um grande desafio. Por isso, o tema escolhido para a 32ª edição do Encontro da Comissão dos Educadores Claretianos do Brasil (CECLAB) foi “A Educação Humanista e a ressignificação do ensinar e do aprender”.

O evento, que aconteceu de 22 a 26 de março de 2021, foi realizado on-line pela primeira vez, possibilitando a participação de todos os envolvidos de maneira síncrona, segura e prática.

A abertura contou com uma acolhida realizada pela direção do Claretiano – Rede de Educação, que foi seguida por um momento de espiritualidade conduzido pelo Pe. Marcos Aurélio Loro, CMF Superior Provincial.

“A congregação fala muito sobre revisão de posições e eu percebo, nesse tempo em que estou à frente da Província, que o Claretiano vive em constante renovação de posição, num constante ‘renovar-se’. Isso é motivo de alegria e de esperança para nós e, sobretudo, mostra que o Claretiano rede está vivo, respondendo aos desafios da educação no Brasil a partir do carisma de Santo Antônio Maria Claret”, disse.

A continuidade dos trabalhos se deu pela palavra dos diretores da Rede, Pe. Luiz Claudemir Botteon e Pe. Cláudio R. F. Bastos. De acordo com Pe. Cláudio, adaptar-se a este novo tempo significa ter de abraçar, a cada dia, o desafio apresentado.

“Não podemos achar que anormalidade são situações de negatividade, precisamos entender que são desafios do tempo presente. Nós, como uma rede de educação que ama o que faz, entendemos a realidade como um lugar privilegiado para oferecer nosso serviço. É um desafio e uma alegria exercer nossa atividade que é a educação”, disse.

Para a coordenadora pedagógica da educação básica da rede, Martha Mansur Maluf Tomazella, a escola é ‘onde nós estamos’.

“Estamos em casa, mas estamos cumprindo nosso papel, nossa missão de ensinar, aprender, crescer e transformar esse momento, que seria tão negativo, em uma forma de crescimento pessoal. Entendemos que educação não é apenas o conteúdo, é também o convívio, mas estamos superando e notando o crescimento dos nossos alunos e de suas famílias com muita esperança em um futuro melhor”, disse.

Sobre o tema escolhido para esta edição, a coordenadora geral de ensino, Profa. Ms. Pricila Bertanha, afirmou que está relacionado ao Projeto Educativo do Claretiano.

“Se pensarmos nesse contexto de pandemia, a todo momento professores e alunos estão sendo convidados para se adequarem ou para aprimorar aquelas maneiras de ensinar, por parte do professor, e de aprender, por parte do aluno”, disse.

Participaram do encontro diretores e coordenadores das unidades do Claretiano – Rede de Educação de Batatais, Belo Horizonte, Boa Vista, Curitiba, Marabá, Rio Claro, São Miguel do Guaporé, São Paulo e Taguatinga.