Rio Claro / SP

(19) 2111-6015

Notícias

22/05/2019

Claretiano - Colégio recebeu Dr.ª Roberta Barabás para falar sobre o Cérebro da Geração Digital

Na noite da última quarta-feira, 22 de maio, o Claretiano - Colégio recebeu a Dr.ª Roberta Barabás, com a palestra O Cérebro da Geração Digital, no NUAC. O evento foi aberto pelo coral do Colégio e, em seguida, a professora foi apresentada e iniciou a palestra.

A palestra

Roberta iniciou sua fala explicando sobre as mudanças que o cérebro sofreu com o passar do tempo, principalmente, mudanças ligadas aos fatores climáticos, sociais, econômicos, etc.

A palestrante explicou sobre as gerações, a evolução dos computadores, as mudanças de expectativas que as gerações mais antigas possuíam e que agora são completamente diferentes das expectativas das gerações atuais, além das mudanças de hábitos e personalidades.

Os jovens das gerações digitais são multitarefa. Eles são mais desapegados da estabilidade, gostam de viagem, da ideia de morar fora e de estar longe, pois acreditam que a internet seja uma forma de vínculo. A fronteira geográfica não é um problema para as gerações digitais, comentou a professora.

Ela também explicou sobre a inteligência artificial e a mudança que isso tem causado na vida das pessoas, principalmente, de pessoas como ela que vivem nos dois "lados", o analógico e o digital.

A primeira vez que eu ouvi a Siri, levei um susto, porque ela palpitou sobre algo que ela não foi chamada! A gente assusta, eles não. Nós não estamos acostumados com esse tipo de coisa, eles nasceram sabendo, brincou Roberta.

De acordo com ela, as novas gerações digitais não compreendem o mundo de antigamente e mesmo quando explicado, não é totalmente compreendido, pois elas mal acreditam numa realidade tão "retrógrada".

Outra temática frisada pela palestrante foi a importância da interação social dessas gerações que tanto respiram o universo digital. O contato face a face foi enfraquecido pelo excesso de tecnologia e a ciência tem mostrado que esse contato é essencial para que o ser humano sobreviva, se reproduza, sinta empatia, consiga compreender as pessoas que convivem com ele, saiba em quem confiar, etc.

As informações não verbais, que só conseguimos obter em conversas que temos pessoalmente, precisam existir na vida das pessoas. Habilidade social é como um esporte, para desenvolvê-la é preciso praticar bastante, explicou a palestrante.

O Claretiano - Colégio agradece a participação de Roberta e pelo conhecimento e ciência ministrados na palestra O Cérebro da Geração Digital.

Assista a palestra na íntegra clicando no vídeo abaixo: