Notícias

10/05/2022

Pensamento geométrico e a manipulação de objetos

Com o material Anglo, elaborado de forma espiral, o aluno é exposto a retomadas de conceitos e aprofundamentos constantemente. Como exemplo, citamos os poliedros e seus elementos. No 2º ano, os alunos reconhecem, nomeiam e comparam figuras como o cubo, pirâmide, cone, cilindro. Também identificam elementos do poliedro (faces, arestas e vértices) e realizam planificações de cubos e pirâmides. Já no 3º ano, retomam e ampliam esses conceitos:  realizam planificações de outros sólidos, estabelecem outras classificações para os poliedros (prismas e pirâmides), entre outros.

No caso do pensamento geométrico, cabe lembrar que é necessário tempo e muita manipulação de objetos, com materiais variados. Pensando nisso, os alunos realizaram a construção de poliedros só com arestas. Com uso de canudos, palitos de madeira, massinha de modelar e elásticos, perceberam características das arestas como: comprimentos e suas relações; número de arestas necessárias para formar um vértice; arestas que se encontram e que não se encontram, iniciando assim o conceito de retas paralelas e perpendiculares.

Trabalhar com estes materiais é um atrativo para os alunos, as aulas se tornam mais dinâmicas e criativas. Mesclar o experimental com o abstrato na didática da sala de aula, promove uma aprendizagem mais eficaz!